Estudos

No último domingo, o pastor Luciano Subirá trouxe um alerta para a igreja sobre a importância de manter relacionamentos saudáveis. A mensagem Vencendo a raiz de amargura apontou para o problema da ofensa e abordou como a mágoa pode afetar a relação do cristão com o próprio Deus.

O pastor iniciou a pregação lembrando que a amargura é uma das armadilhas de satanás para prejudicar os cristãos e é preciso vigiar para não permitir que a falta de perdão encontre espaço em nosso coração. Para isso, é importante seguir a ordem que está em Hebreus 12:14-15 e buscar manter a paz com todos.

Mais do que um problema de relacionamento, não podemos tratar o tema de maneira leviana: a falta de perdão é pecado, é uma desobediência direta a Deus.

Um problema de relacionamento vertical

É de suma importância compreender que os problemas de relacionamento com os irmãos afetam diretamente a vida com Deus. A falta de perdão nos impede de receber a manifestação da graça do Senhor, conforme Marcos 11:25, 26).

Lidando com a raiz

A Bíblia exorta a não permitir que brote nenhuma raiz de amargura no meio da igreja. Isso nos leva a entender que esse sentimento pode ser oculto – prejudicando só a pessoa que o sente – ou, quando alimentado, cresce e contamina o grupo.

É preciso expor essa raiz à luz de Cristo e a pessoas que podem ajudar, não alimento-a com sentimentos de vitimismo ou autocomiseração. Só assim ela poderá ser eliminada.

Como perdoar?

O perdão é um ato de fé e não um sentimento. É preciso decidir e continuar decidindo diariamente perdoar quem nos ofendeu, entregando-se para Deus para que Ele nos dê graça para superar a ofensa.

Se decidirmos perdoar, Ele é poderoso para nos sustentar nesse processo e nos fazer vencer toda amargura!

Mensagem do pastor Luciano Subirá em áudio.

Confira as fotos do culto na Alcance Curitiba.