Estudos

Grandes são as expectativas o mês do Sobrenatural. Com base nas experiências anteriores da Conferência Sobrenatural, sabemos que é um tempo em que há grande presença do Espírito Santo e, como consequência, manifestações de milagres, pessoas orando em outras línguas e liberação de palavras proféticas.

Mas o que são essas manifestações – que muitos cristãos chamam de fogo – e como lidar com tudo o que acontecerá durante o evento?

 

 

 


Por que usamos o termo fogo para falar sobre a manifestação sobrenatural do Espírito Santo?

O termo fogo é usado para indicar quando a presença de Deus se apresenta de maneira muito específica, sendo sentida de modo especial: é comum manifestações físicas e emocionais. Algumas vezes, cristãos pulam, gritam e até mesmo caem sob a ação do Espírito Santo.

Fogo é usado muitas vezes na Bíblia para falar sobre a presença de Deus, inclusive no dia de Pentecostes, marcado pela descida do Espírito Santo sobre a igreja: “e viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava” (Atos 2:3,4).

Também vemos Deus ser chamado de “fogo consumidor” (Hebreus 12:29), apresentar-se em uma sarça ardente (Êxodo 3:2) e manifestar-se desta maneira ao povo no deserto, tanto na proteção durante a noite (Êxodo 13:22) quanto no monte onde conversou com Moisés (Êxodo 24:17).

Além disso, o fogo está relacionado diretamente com obra do Espírito Santo na vida dos cristãos. Ele traz luz, direção e a purificação necessária para o relacionamento com Deus.

 

 

 


Por que algumas pessoas falam em línguas estranhas? O que é falar em línguas?

O falar em línguas é uma manifestação do batismo do Espírito Santo – um enchimento sobrenatural e diferenciado da parte Dele sobre os cristãos.

O falar em línguas é um dom espiritual disponível a todos os cristãos (Marcos 16:17, I Coríntios 14:5). Apesar de, no Pentecostes, os irmãos terem falados em idiomas humanos e compreensíveis, o “outras línguas” a que a Bíblia se refere diz respeito a algo que nossa mente racional não consegue entender: “Pois quem fala em língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios” (1 Coríntios 14:2)

Quando há a manifestação sobrenatural do Espírito Santo (o falado fogo), é comum que haja muitas pessoas orando em línguas. Isso ocorre porque algumas estão recebendo esse batismo naquele instante, mas também porque aquelas que já o fazem desejam se conectar mais profundamente com o Senhor.

Isso é algo que o orar em línguas proporciona:

– O homem fala a Deus (I Coríntios 14:2)

– O homem edifica-se a si mesmo (I Coríntios 14:4)

– O homem entrega-se ao Espírito Santo para que Ele interceda conforme a vontade do Pai (Romanos 8:26-27).

 

 

 


Eu posso falar em línguas na igreja?

Claro que pode. A orientação de Paulo, entretanto, é que seja feito com ordem e decência (I Co 14:39-40). E isso quer dizer: com sabedoria!

Se as línguas são para edificação própria, não é necessário que outros ouçam. Se for para a edificação da igreja, Deus dará a interpretação do que foi falado.

“Portanto, que diremos, irmãos? Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja. Se, porém, alguém falar em língua, devem falar dois, no máximo três, e alguém deve interpretar. Se não houver intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus.” (1 Coríntios 14:26-28)

 

 

 


Será que vou receber um milagre durante a Conferência Sobrenatural?

Já testemunhamos diversos milagres que aconteceram em edições anteriores da Conferência Sobrenatural (confira aqui o relato da restauração de visão de Maria e outros testemunhos). Assim, há grandes expectativas sobre o que Deus poderá fazer nesses dias de evento.

Porém, para toda intervenção divina, é necessária uma resposta do homem. Portanto, é importante se lembrar de atitudes simples, mas necessárias para que o milagre seja experimentado:

– Prepare-se para esse momento com jejum e oração.

– Alimente sua fé, lendo a Bíblia, aprofundando-se na Palavra de Deus e Suas promessas, conhecendo mais sobre os milagres realizados por Jesus e ouvindo testemunhos de irmãos.

– Mova-se em fé: creia no poder de Deus para efetuar o milagre. “Deus não responde necessidade, Deus responde fé”, lembra o pastor Luciano Subirá.

– Entenda que o milagre não acontece somente por imposição de mãos ou pela oração de um preletor. Deus pode realizar milagres de maneiras distintas.

– Não desanime caso não experimente seu milagre durante a Conferência Sobrenatural. Continue crendo e buscando a intervenção do Senhor em sua vida.

Saiba mais sobre Como receber seu milagre, no vídeo do pastor Luciano Subirá.

 

 

 


O que é “palavra profética” ou “profecia”?

Profecia é a mensagem vinda da parte de Deus e está presente na vida da igreja. “A palavra profética faz parte da nossa caminhada com Deus. A Bíblia diz que sem profecia o povo perece  (Provérbios 29:18) e que o Senhor não faz coisa alguma sem antes revelar seu plano aos seus servos, os profetas (Amós 3:7). Portanto, a profecia deve fazer parte dos nossos ambientes de oração, culto, etc”, explica a pastora Ingrid Danielle Guedes.

Em um ambiente com grande manifestação do Espírito de Deus, é comum que muitas palavras proféticas sejam liberadas. E o objetivo delas é sempre exortar, consolar e edificar; nunca dirigir destinos.  A Bíblia diz que os filhos de Deus são guiados pelo Espírito Dele e, não, por profecias (Romanos 8:14).

“Nunca faça nada somente porque alguém profetizou que você deve fazer. A profecia não foi dada para dirigir a vida de ninguém. As profecias vêm como uma confirmação sobre algo que já recebemos de Deus, fortalecendo uma direção que temos anteriormente”, ressalta o pastor Luciano Subirá.

 

 

 


Se eu receber uma palavra profética durante a Conferência Sobrenatural, como devo agir?

Ao receber uma profecia, coloque à prova e retenha o que é bom (I Ts 5:21). Ou seja, guarde as palavras no coração, veja se elas são bíblicas, observe se faz sentido com aquilo que Deus já está falando com você e se completa a direção que o Espírito Santo tem levado sua vida.

Se a palavra não faz nenhum sentido naquele momento, você pode anotá-la para fins de registro, porém nunca tome nenhuma decisão baseada apenas em uma profecia isolada. Busque compreensão em Deus.

 

 

 


Se eu sentir que tenho uma palavra profética de Deus para entregar a alguém durante a conferência, como devo agir?

A profecia nunca deve prejudicar o outro e não deve ser dita em tom autoritário ou de certeza. Seja humilde ao falar que você “sente algo, tem uma percepção espiritual, acha que…”.

“Aconselhamos sempre ter uma testemunha nesses momentos. Em um evento como a Conferência Sobrenatural, todos os pastores e líderes estarão presentes. Use-os como filtro para auxiliarem a discernir e entregar a palavra de forma coerente e bíblica”, sugere o pastor João Junior.

Conferência Sobrenatural 2020

De 21 a 25 de fevereiro, acontece a conferência Sobrenatural 2020. Um tempo de fogo, milagres, palavras proféticas e grande busca ao Senhor. Informações e inscrições neste link.