Estudos

Manter um tempo de devocional diário (tempo de devoção a Deus) é uma prática da vida cristã que todos nós devemos desenvolver e que irá sustentar a nossa fé, nossa caminhada com o Senhor e as atividades que desenvolvemos para Ele. “Contudo, a correria do dia a dia, as tarefas a serem realizadas e as inúmeras distrações podem afetar e prejudicar a nossa vida devocional”, comenta o pastor Sandro Vila.

Ele conta que, assim como todos os cristãos, pastores e outros ministros em tempo integral também têm seus desafios pessoais para a prática. “A vida de quem está no ministério acaba exigindo uma correria desenfreada. Precisamos nos ajustar para não atender às demandas ministeriais e deixarmos de estar na fonte com intensidade e prioridade”, conta.

Ainda que você passe o dia na presença de Deus e ore continuamente, não deve ignorar a importância de um tempo dedicado à oração, leitura da Bíblia, meditação etc. “Você não vai conseguir ter um momento de qualidade. Vai fazer isso na correria e com menos intensidade, cuidado e dedicação que são necessários.”

O alerta em relação à vida devocional é que ela precisa ser encarada como prioridade. “Estabelecer uma rotina é o caminho ideal para que não haja distanciamento dessa prática, pois ela é que vai sustentar a caminhada cristã e, também, qualquer atividade ministerial. A priorização da agenda é uma coisa que precisa ser feita.”

O pastor Sandro Vila reuniu dicas práticas de como fazer devocional e como aproveitar bem esse tempo.

Quando fazer o devocional?

Todos os dias, seguindo o que Jesus orou acerca do pão de cada dia (Mt 6:11) e o que Ele falou sobre nossa necessidade da Palavra de Deus como item de sobrevivência (Mt 4:4).

Onde fazer o devocional?

Em um lugar reservado que confira privacidade. Jesus falou sobre o quarto secreto (Mt 6:6) e Ele mesmo orava em lugares afastados (Mc 1:35).

Como fazer o devocional?

Existem alguns aspectos práticos para o tempo devocional:

Quebrantamento.

  1. Submissão Mt 26:39/Tg 4:7
  2. Coração quebrantado e contrito – Sl 51:17

Meditação bíblica
Separe tempo para ler a Bíblia. Você pode escolher um formato:

  1. Leitura corrida do texto bíblico (objetivo é manter-se conectado com a Palavra).
  2. Leitura de estudo bíblico (livros e outras versões bíblicas). Falaremos mais sobre como estudar a Bíblia no próximo texto da série.
  3. Plano de leitura (por temas ou por períodos).
  4. Leitura de aplicação pessoal (como aplico na minha rotina). Ex. Perdão, fé.

Oração;

  1. Você pode organizar sua lista de oração em níveis de necessidades ou categoria.
    – Normal. O tempo todo (casa, família, estudos, finanças, santidade e outros).
    – Prioridade. Decisões que você precisa tomar (trabalho, ministério, compras e vendas).
    – Urgente. São aquelas que necessitam de um milagre, restauração, livramento, intervenção divina.

Todos estes níveis precisam igualmente de atenção. A razão de organizá-los é simplesmente para nos ajudar na intensidade da nossa oração.

Tipos de oração conforme I Tm 2:1

  1. Súplicas: necessidade; pedido insistente. É aqui que alguns itens da sua lista de oração devem estar: intervenções sobrenaturais, milagres.
  2. Orações: oração dirigida a Deus. É aqui que você vai falar sobre a sua lista de oração com Deus – seu dia-a-dia.
  3. Intercessões: ação de interceder, de pedir ou de solicitar algo para outra pessoa. É aqui que alguns itens ou pessoas da sua lista estarão: temas que  precisam de atenção urgente.
  4. Ações de graças.

Adoração

Adore ao Senhor, com canções, palavras de exaltação e orações de louvor. Declare ao Senhor sua grandeza, sua glória e, assim, conecte-se ainda mais a Ele.