Estudos

No último domingo, o Pastor Luciano Subirá iniciou a ministração com a leitura da Palavra de Deus que está no livro de Daniel 5:1-6.

O pastor apresentou à igreja os primeiros registros históricos de uma balança e o que a Bíblia diz acerca delas.Com essa explicação, ele falou sob,re Deus ter um peso e um padrão pelo qual Ele nos mede. Em Salmos,, vemos Davi falando à respeito de homens pesados e achados debaixo do padrão.

Deus tem uma balança e um padrão e Ele pesa as pessoas através de alguns aspectos. O pastor mencionou três desses aspectos que segundo ele, não são os únicos, mas que dão uma visão abrangente do que podemos e precisamos levar em conta.

TEMPO

A expectativa do Senhor para com as pessoas aumenta com o passar do tempo e a responsabilidade de que se cresça também.

O que se espera de nós pelo tempo de fé, à medida que o tempo passa, a cobrança e a resposta aumentam. O tempo viabiliza nosso crescimento, e Deus trata desse assunto em momentos claros na Bíblia.

Em Atos 21:16, lemos sobre Mnason de Chipre, um discípulo antigo. Esse expressão diz respeito ao tempo de fé e não por ter idade avançada, pelo tempo de seguir a Cristo. O tempo é fundamental para consolidar relacionamentos e, à medida que vamos ganhando tempo de caminhada na vida cristã, as cobranças do Senhor também aumentam. Ele não cobra novos convertidos e discípulos antigos da mesma maneira.

CONHECIMENTO

Em Lucas 12: 47 e 48 vemos que a punição sobre o servo que não conhecia a vontade do seu Senhor foi menor do que aquele que a conhecia, pois a punição da ignorância é menor que a punição do conhecimento.

O rigor da condenação é diferente para cada pessoa, pois enquanto alguns não buscam, outros desprezam o conhecimento. Em nossa caminhada cristã, o melhor é conhecer e corresponder e jamais fugir do conhecimento para não ser cobrado.

FIDELIDADE

É o ato de ser fiel. Todos fomos chamados para obediência. E o Senhor tem obediência genérica – para todos – e obediência personalizada para cada indivíduo, pois existem coisas que Ele pede pra nós que não pedirá para mais ninguém.

Deus não é injusto de pedir algo que não poderemos corresponder. Nós seremos cobrados por aquilo que nós fazemos com aquilo que Ele nos pediu para fazer, pois precisamos ser fiéis àquilo que nos foi entregue.

Nós seremos pesados pela questão da fidelidade. Um dia todos iremos comparecer no tribunal de Deus e prestaremos contas diante d’Ele, e o que iremos responder quando Ele perguntar: você fez o que Eu pedi para fazer?

O pastor reiterou que o ensino desses princípios visa evitar um resultado ruim no dia do juízo e, ao entender esse princípio, devemos viver sem medo do dia da prestação de contas e sim buscar cumprir todos os mandamentos do Senhor.

A vida cristã não deve ser vivida de forma inconsequente. Devemos pensar na eternidade, além da vida terrena, pois se a nossa vida não preencher o padrão, vamos responder por isso.

Deus, em sua imensa bondade, nos mostra com antecedência quais são seus padrões e com quais pesos nos pesará na balança!

Confira algumas fotos do último domingo