Estudos

No último domingo, a pastora Adriana Ortencio trouxe uma palavra de confronto e, ao mesmo tempo, de ânimo à igreja. Nós, como cristão, precisamos nos aproximar de Deus. A boa notícia é que Ele sempre está pronto para receber aqueles que se achegam de coração sincero.

Tendo como base o texto de Tiago 4:8 – “Aproximem-se de Deus e Ele se aproximará de vocês” -, pra. Adriana despertou a igreja sobre a necessidade de nos relacionarmos com Deus e de, intencionalmente, buscarmos estar mais perto Dele. Ela orientou sobre três passos bíblicos necessários para que isso aconteça:

Oração

Oséias 6:3 nos exorta a prosseguir em conhecer o nosso Deus. A oração é a forma que nos aproximamos Dele.

Mas a pastora Adriana questionou: como tem sido o seu momento de oração? Um tempo apenas de pedir ou você aprendeu a se relacionar com Deus enquanto ora?

Todo cristão precisa conhecer o caráter de Deus e se relacionar com o Pai é fundamental para isso. “À medida que passarmos tempo com Deus, teremos nova compreensão sobre o Seu caráter.”

Muitas pessoas abandonam a fé porque não conheceram esse lugar da intimidade, elas não conheceram o caráter de Deus ao ponto de serem suportadas nos momentos de angústia e dificuldade.

Relacionamento com a Palavra de Deus e com o Espírito Santo

A revelação sobre o caráter de Deus e Seu plano para nossas vidas está na Bíblia. Conhecê-la é fundamental para qualquer cristão. “Precisamos estar cheios da palavra de Deus para rebater as mentiras de satanás a nosso respeito.”

Além de conhecer os princípios de Deus, devemos ter uma atitude inegociável em relação a eles, utilizando-os como base para todas as nossas escolhas.

Para aquilo que a Bíblia apresenta de maneira genérica, podemos contar com a ajuda do Espírito Santo, que sempre tem ajuda e aplicação personalizada para cada um de nós.

Arrependimento e santificação

Só é possível se aproximar de Deus com uma atitude de arrependimento genuíno pelo pecado cometido. É preciso levar a sério a santidade divina e nos deixarmos impactar por ela.

O arrependimento constrói uma estrada para nos aproximarmos de Deus e precisa ser um estilo de vida para o cristão. Só o caminho da humildade e do quebrantamento nos levam ao Pai.